O Visto J1

O visto J1 é o visto mais fácil de se conseguir para os Estados Unidos, depois do visto de turista. Isso porque nós somos especialistas nessa categoria de visto.

Trata-se de um visto cultural, por isso está disponível para estudantes e recém graduados que buscam adquirir conhecimento além dos seus estudos por meio de treinamento prático nos EUA ou para profissionais sem curso superior mas que possuam mais de 5 anos de experiência.

Isso significa que se você está estudando Gastronomia, Hotelaria, Turismo, Eventos ou qualquer coisa relacionada à hospitalidade ou se formou em alguma dessas áreas ou apenas possui experiência consistente, você pode ir para os EUA com um visto J1 e trabalhar em um de nossos Hotéis ou Restaurantes parceiros.

Esses são os requisitos genéricos para o visto J1, é claro que cada caso é diferente, mas se você não atender a esses requisitos, é improvável que obtenha a aprovação do seu visto.


E é por isso que fazemo a seleção, afinal, não vamos recomendar para nossos hotéis e restaurantes as pessoas que não tenham chances reais de obter o visto, porque não queremos te fazer perder tempo e nem nossos parceiros.

A Viaje Com Emprego ajuda estudantes e profissionais a encontrar as melhores posições em hotéis e restaurantes de luxo em diversos Estados Americanos.

Somos uma empresa de recrutamento, seleção e treinamento apaixonada por esse tipo de intercâmbio cultural, especializada no setor de hotelaria, que oferece vagas para a realização de trainee e estágios remunerados, treinamentos de gestão e tudo isso nos mais luxuosos hotéis e restaurantes.

Já ajudamos diversos Brasileiros a ganhar experiência nas principais redes de hotéis internacionais e restaurantes, inclusive de Chefs com estrelas Michelin. Trabalhamos com chefs como José Andrés, Michael Mina, Daniel Boulud e com hotéis como The Ritz-Carlton, Hilton, Marriott, Four Seasons, Hyatt e diversas propriedades exclusivas.

Ser treinado nos melhores hotéis cinco estrelas e restaurantes famosos vai te economizar anos tentando se esforçar para chegar ao topo, você começará no topo.


E a partir daí você pode voar ainda mais alto.

Voltando ao assunto, o que é o Visto J1?

O visto J1 é um visto cultural para visitar os Estados Unidos e aprender sobre a cultura de lá enquanto trabalha na sua área, desenvolve habilidades especiais, faz network, amigos e ganha em Dólar.

Os Estados Unidos introduziram o Programa de Visto de Visitante Intercambista J1 em 1961, poucos anos após o fim da 2ª Guerra Mundial. Foi criado para fortalecer as relações entre os Estados Unidos e outros países.

Caiu sob a influência da Agência de Informação dos EUA (USIA) e não dos Serviços de Imigração porque seu objetivo principal é divulgar informações; para dar treinamento e experiência às pessoas nos EUA, que elas podem usar para beneficiar seus países de origem.

Um visto J1 é um visto de “não imigrante” (“Non-Immigrant” visa) emitido pelos Estados Unidos para intercâmbio de visitantes, ou seja, você, participando de programas que promovem o intercâmbio cultural, especialmente para obter treinamento profissional remunerado nos EUA.

O objetivo do programa de visto J1 é fornecer aos participantes internacionais oportunidades de desenvolvimento profissional, visão sobre o know-how Americano no campo de treinamento e uma maior compreensão da sociedade e cultura Americanas.

Espera-se que os estagiários e trainees com o visto J1 compartilhem o conhecimento transcultural e profissional que adquiriram nos Estados Unidos ao retornar ao seu país de origem ao final do treinamento ou em qualquer lugar do mundo.

O programa J1 também tem como objetivo permitir que os cidadãos Americanos aprendam sobre a cultura e experiência do país de origem do participante.

Todos os candidatos devem atender aos critérios de elegibilidade, requisitos do idioma Inglês e ser patrocinados por uma organização.


Abaixo, os três vistos J1 que levaram Marcelo Konradu a viver e trabalhar nos Estados Unidos em três diferentes Cidades, Estados e épocas:


  1. Work and Travel em Aspen no Estado do Colorado

  2. Internship em Atlanta no Estado da Geórgia

  3. Trainee em Miami Beach no Estado da Flórida

Quem tecnicamente pode solicitar este visto?

Para determinar quem é elegível ou não para esse visto, eles dividem os profissionais em 3 grupos:

Estagiários

- Maiores de 18 anos

- Deve estar matriculado em uma universidade ou faculdade fora dos EUA ou ter se formado em menos de 12 meses antes do início do estágio

- Deve falar Inglês*

Trainees

- Maiores de 20 anos

- Deve possuir um diploma ou certificado de uma instituição pós-secundária fora dos Estados Unidos e 1 ano de experiência profissional recente e relacionada aos estudos.

- Deve falar Inglês*

Trainee por tempo de experiência

- Maior de 20 anos

- Deve ter 5 anos de experiência profissional recente e aplicada a Gastronomia / Hotelaria

- Deve falar Inglês*

*Sobre o Inglês, deve ser pelo menos intermediário para cozinha, avançado para atendimento e fluente para cargos de gestão.


Em regra, essa é a base da elegibilidade, entretanto, outros itens técnicos que cabem a nós identificar são avaliados em paralelo com as referências acima. Veja os detalhes completos de elegibilidade aqui.


O que é um patrocinador?

Uma organização terceirizada patrocinadora que representa o Departamento de Estado Americano e são eles que emitem a documentação necessária para solicitar o visto depois que você recebe um convite para trabalhar em alguma de nossas empresas parceiras.

É uma organização que te ajuda a cuidar de todas as questões legais e monitora você enquanto estiver lá, inclusive tem o poder de terminar o seu visto por indisciplina no trabalho.

As condições de um Programa J1?

Durante a sua jornada nos States, as condições de sua oferta de trabalho, o equivalente a um contrato, serão tecnicamente as mesmas que o seu colega Americano tem lá. Melhor ainda, você paga menos impostos que o seu colega Americano no mesmo cargo e por isso acaba colocando mais dinheiro no bolso.

Eles tratam você como se você fosse um funcionário regular, recebendo os mesmos salários (que podem variar dependendo da localização, pois é diferente morar em Miami Beach e em Nova York), tendo a mesma quantidade de dias de folga e trabalho por mês.

Você também paga impostos, eles serão deduzidos automaticamente, mas, como você não é um cidadão dos EUA, a Viaje Com Emprego e seus parceiros orientará você para obter a sua restituição de impostos no final de cada ano fiscal.

O valor dos impostos que cada um vai pagar depende de muitos fatores, como o destino dentro dos EUA, a duração do programa e o nível de cargo ocupado durante o programa.

Existem outros benefícios além do salário?

Claro! Todos os hotéis de luxo e restaurantes famosos com que trabalhamos irão cuidar de você com carinho para que possa voltar para casa com uma experiência inesquecível.

Quando começarmos a te enviar as nossas oportunidades oficialmente, você verá todos os diferentes e incríveis benefícios que poderá ter além do salário.

Estes benefícios incluem refeições, serviço de lavandaria e também descontos em hotel e hotéis da mesma marca, bem como acomodação, transporte e as vezes atividades culturais.


Alguns hotéis muito legais também podem te dar um passe de esqui gratuito para todo o inverno, outros podem te oferecer grana mesmo no final da temporada, uns ajudam até reembolsando você no final com parte do que investiu nos documentos para viajar!

Clica aqui para acessar a sessão “Vagas USA” nos destaques do Instagram @ViajeComEmprego e veja exemplos de contratos já oferecidos para Brasileiros, lá você encontrara salários, benefícios e mais uma serié de coisas interessantes sobre essa oportunidade.


E ASSISTA AO NOSSO VÍDEO INFORMATIVO